4.6 Happy Birthday Fucker – Patton e seus 40 e poucos anos

Mike Patton completa 46 anos

Desculpem o atraso na atualização da página. Você pode seguir as novidades ao dia seguindo-nos pela Fanpage com as postagens Especiais dos 46º aniversário de Mike Patton por Carolina Veronez.

patton youngDe mocinho tímido à maluco, Patton conserva referências que não se perderam em seus aproximados 30 anos de carreira musical. Mike Patton, já participou de dezenas de projetos alheios, em parcerias e ainda conta com os seus próprios projetos desde o Mr Bungle até os últimos projetos lançados tais como: Tomahawk e Mondo Cane. Já foi ator, compõe trilhas para jogos, film score, faz dublagens, compõe e ainda é empresário.  Patton oscila entre uma timidez de adolescente e o sarcasmo de um sábio ancião.  Quando seus primeiros anos como frontman do Faith no More, curtia uma Coca-Cola, jeito desengonçado e o atrevimento em jogar piadinhas à primeira dama da época, Rosanne Collor e atacar contra a reputação de Xuxa em seus shows e entrevistas. A Rainha dos Baixinhos e Altinhos ,musa global que monopolizava o mercado de tranqueiras da época. Desde uma sandália de plástico infantil até anéis de chiclete. Acho que é bem o perfil de postura que Mike Patton detesta.

Mike Patton fez e ainda faz muitos fãs felizes, mas dosou o sucesso explosivo até uma certa medida, decaindo quase que propositalmente com a qualidade de seus álbuns junto ao Faith no More. Ele não perdeu o talento, não subiu em um palco sequer para um show que decepcionasse, mas simplesmente mudou e a crítica musical não deixou passar e assim em 1997 após o disco “Álbum of the Year”, Patton seguiu por outras diretrizes, assim como os demais membros. Mas seguiu fazendo o mesmo, música. Quem sabe dessa vez um pouco mais para si próprio.

Continuar lendo

Faith no More – Entrevista realizada pela Folha de São Paulo em 1991

A Revista D, um dos cadernos do jornal de Domingo da  Folha de São Paulo na década de 90 publicava em sua coluna Clip em setembro de 1991 uma entrevista realizada com Mike Patton durante a vinda de Faith no More ao Brasil.

A Entrevista faz parte de um exemplar de 1991, 22 anos atrás.Garimpado, tratado por meios digitais (devido sua antiguidade) e escaneado.  Desculpem nos pela última linha que não pôde ser recuperada devido a decomposição do artigo.

Para melhor visualização clique na imagem até a abertura do zoom

Jornal Folha edição 1991

Come embrace The Darkness

Bom… como o Mike deu uma sumida por esses tempos (mas é só por enquanto), então resolvi procurar por notícias recentes sobre ele. As únicas notícias que achei foram sobre o lançamento do novo álbum do Tomahawk e do Mondo Cane, em 2012. Sim, já foi postado sobre isso aqui no blog, mas quero dizer que essas notícias me deixam muito, mas muito animada. Porque, acredito, existe uma possibilidade grande de ele vir com algum de seus projetos para o Brasil, este ano. Não sei, posso estar “viajando”, mas é a minha intuição. Acredito mais que ele venha com o Mondo Cane (talvez pra tocar, de novo, com a Orquestra de Heliópolis). Bem, vamos esperar, né? hehehe

E também quero comentar sobre o jogo no qual ele participa, chamado “The Darkness 2” (foto). Foi lançado em 7 de fevereiro deste ano, para Xbox 360, e é a continuação de “The Darkness”, lançado em 2007. Mike faz a voz das criaturas que atormentam o personagem principal, Jackie Estacado. É muito legal, ver o cara fazendo a voz dessas criaturas, ele simplesmente se transforma (ele também dubla as criaturas do filme “Eu Sou A Lenda”, do Will Smith)! E o jogo em si parece ser interessante, também. É de Terror e Ação – do jeito que eu gosto! rs Pelo que eu vi, da opinião geral do povo com relação a esse jogo, parece que a galera está curtindo.
Os gráficos parece ser bem interessantes (bem superiores aos do primeiro) e até os diálogos, a história em si deram uma melhorada. A dificuldade também. E a VIOLÊNCIA, também, né? Se você curte jogos violentos, com muito sangue, não deixe de conferir “The Darkness 2”. Eu, claro, irei comprar o meu. \o/

Beijos à todos.
Tais.

(Trailer do jogo “The Darkness II”)


(Mike Patton encarnando o personagem  – as expressões faciais dele são demais! rsrs)