EN-ENZINE DIARIUM AUTOPSIA: MR. BUNGLE INTERVIEW 92

 

diarium-autopsia-capa

mr-bungle-1

mr-bungle-2

source: ZINE DIARIUM AUTOPSIA: MR. BUNGLE. Interview

Anúncios

Billy Gould e The Talking Book um projeto musical que aguça visão e audição

Pra Falar de Billy Gould é necessário iniciar pela ligação típica “Baixista e Membro Fundador do Faith no More”, antes Faith no Man e Billy Gould já estava lá. Os anos se passaram, Faith no More, parou, retornou e de momento, parado está e nesse meio tempo, todos os seus integrantes e ex integrantes seguiram no mesmo nicho, ampliando seus conhecimentos e apresentando coisas novas e opostas.

DSC_0011

Hoje, Billy Gould é proprietário de uma gravadora e já criou, apadrinhou e participou de diversos projetos e bandas e ” The Talking Book”, considerado um projeto experimental que mistura umas série de elementos acústicos como por exemplo mixagem, ruídos, guitarra e projeção de imagens.  Resumir um show do ” The Talking Book” no comando de Billy Gould, Jared Blum e Dominic Cramp é abrir as portas da mente para uma viagem entre o melancólico e os momentos excitantes. Para sonhos e pesadelos embalados por música e imagens que aguçam seu cérebro a imaginar natural e de uma maneira incontrolável. Para onde ele irá não se pode saber. É muito pessoal e intransferível. Talvez eles queiram passar uma ideia, ou até mesmo várias. Mas quem acaba por definir a sensação passada pelo projeto sonoro é o locutor, cada um a sua maneira.

Veja a Entrevista concedida ao Dynamite online, mas trechos da Apresentação.

Galeria de Fotos: Cleide Fernandes e Carolina Veronez

Este slideshow necessita de JavaScript.

EN – Faith no More – Interview 1988 – Entrevista FNM para Sowing Seeds Fanzine – ano 1988

 Faith no MoreEntrevista de abril  de 1988 com Roddy Bottum e Chuck Mosley onde falam sobre a primeira turnê no Reino Unido, a mudança do nome da banda e a saída de Chuck Mosley, entre outros assuntos.

A Entrevista está em seu original, em Inglês

Para melhor visualização do arquivo clique no link.

Rare 4 page interview with Faith No More from the “Sowing Seeds” Fanzine issueFaith no more Interview 1988 page 1 Faith no ore interview 1988 page 2

Update – Conheça lugares indicados por Mike Patton em San Francisco

Em maio de 2008, Mike Patton falou sobre alguns lugares que frequenta em San Francisco quando têm um tempo livre. Em meio há tantos projetos, tais como: Tomahawk, Fântomas, Mondo Cane, Lovage e o retorno  do Faith no More em 2009, Patton conta nesta mátéria os locais onde costuma ir para recuperar o fôlego.  Foi motivada por essa matéria com locais entre o simples e  o diferenciado,  que uma contribuinte do Pattonfans se animou e visitou em sua recente visita a San Francisco.

Você pode ler a Máteria  em SFGATE.COM

Quando finalmente comprei minha passagem de avião para São Francisco logo me lembrei de um roteiro “muito especial” que haveria de fazer. Me lembrei de ter lido há alguns anos atrás uma matéria na qual Mike Patton falava de seus lugares prediletos na cidade. A primeira coisa que fiz foi achar a tal matéria (de 2008) na internet e verificar os endereços todos no mapa para poder programar meu passeio.

A minha ideia era, obviamente, visitar TODOS aqueles locais, sem excessão. Ao verificar a localização dos “pontos turísticos”, entretanto, notei que alguns deles eram muito afastados e acabei tendo que desistir deles… Infelizmente acabei visitando apenas sete dos treze locais – e sendo que desses, um estava fechado no horário que eu fui, e o outro havia mudado de local. De qualquer forma, acho que vale o relato. Quem sabe outros fãs brasileiros quando forem a São Francisco não se animem em completar a minha experiência?

Os locais que eu visitei
Fields Book Store, 1419 Polk St. – Essa é uma livraria pequena e escondida, que com certeza me teria passado despercebida. Fiquei pouco tempo lá dentro – era bastante claustrofóbico. Os livros todos tinham temas religiosos e afins (provavelmente Mike deve ter aprendido muito sobre macumba comprando lá… rss)

Aquarius Records, 1055 Valencia St. – Uma lojinha de CDs para lá de alternativa. Além de CDs, haviam duas maquininhas de videogame das antigas em um cantinho da loja. Enquanto eu olhava os CDs, comecei a ouvir um barulho muito estranho – achei que fosse uma sirene – talvez uma ambulância, polícia… Dei uma olhada na rua, mas não vi nada. Eu já ia perguntar pro vendedor, mas a tempo de me salvar do mico me toquei que aquela era uma “música” que estava tocando…. rssss. Para vocês verem o tipo de loja de CD que o Mike frequenta.

Paxton Gate, 824 Valencia St. – Provavelmente o meu local favorito. Foi nessa loja que o Mike tirou a foto da matéria. Eu também tirei umas duas fotos lá dentro, apesar dos avisos de que era proibido tirar fotos… Essa lojinha estava cheia de animais empalhados, e também vários livros sobre história natural. O mais mórbido que vi foram uns esqueletinhos de camundongo usando roupinhas de todos os tipois. No mínimo curioso!! Fiquei com vontade de comprar uns quadros lindos com várias borboletas.

La Taqueria, 2889 Mission St. Esse era o único restaurante barato que o Mike indicou. E por sorte, também não era longe. Eu estava curiosa por ele ter dito que esse era o local onde ele sempre comia antes e depois das turnês. Depois de ir até lá, acho que ele estava de gozação… Não que o restaurante seja ruim, mas é bem tipo um podrão mexicano. Comida farta, barata, do tipo que suja tudo, além de bancos desconfortáveis.

Philz Coffee, 3101 24th St. É um café super aconchegante e alternativo. Cadeiras e poltronas de tipos variados, com almofadinhas, música agradável. Deve ser muito agradável passar umas horinhas ali conversando e tomando café. Pena que eu não gosto de café e estava com pressa…

Trechos da Matéria da SFGATE com os devidos registros:

Café Philz, 3101 24 St. “Estou contente por eles , Se você é um viciado como eu, você tem que confiar no seu traficante.” MP

Paxton Gate, 824 Valencia St. “Eu comprei algumas coisas malucas lá.  Eu amo o jeito como o Paxton Gate está montado. É como um depósito de história natural. É o lugar mais elegante você pode comprar coisas assim. ” MP

Paxton Gate I

Paxton Gate II

Paxton Gate III

Aquarius records  1055 Valencia St.

Aquarius Records I

Aquarius Records II

La Taqueria, 2889 Mission St. “É o primeiro lugar que eu vou quando eu volto de uma turnê e o último lugar que eu vou antes de eu sair em turnê.” MP

Robotspeak  589 Haight St.

Campos Book Store, 1419 Polk St.

Os locais que eu “quase” visitei foram:

Robotspeak, 589 Haight St. – Passei em frente e estava fechado. Uma pena… Era uma lojinha pequena e escondida. Olhando para dentro era possível ver instrumentos musicais, coisas eletrônicas. Provavelmente se eu tivesse entrado ali não teria entendido nada…

Super 7, 1628 Post St. – Essa lojinha eu queria muito ter visitado, já que adoro brinquedos… Foi dificil de achar o endereço, tive que perguntar a várias pessoas. A loja ficava bem na japatown – um local muito simpático com muitas lojas e comidas japonesas. Infelizmente me informaram que a loja havia mudado de localização. Já cansada, desisti.

Continuar lendo

[arquivo pattoniano] anthony kiedis vs mike patton [parte 1]

Quem nasceu primeiro: O ovo ou a galinha?
É nessa linha de questionamento profundo que trago pra vocês outro recuerdo das pattonianas: Mike Patton vs Anthony Kiedis.

Nos últimos tempos, temos visto apenas vídeos e informações com Mr. Patton falando sobre o assunto, como esse com o Fantômas para o Wah2, na Alemanha, em 2006, onde os integrantes falam sobre RHCP, do fato do Mr. Bungle ter sido expulso de um festival, pois Kiedis não os queria tocando no mesmo local.

Continuar lendo